Nossa equipe é composta por profissionais dermatologistas titulados pela Sociedade Brasileira de Dermatologia. Buscamos dar aos nossos pacientes um atendimento personalizado agregado a melhor orientação clínica.

Alopécia Androgenética

A alopecia androgenética é a mais freqüente das alopecias acometendo até 50% dos homens e 40% das mulheres em torno dos 50 anos de vida. É um quadro geneticamente determinado resultante da participação de hormônios androgênicos (hormônios masculinos) nos folículos pilosos.

Manifesta-se nos homens como uma falta de cabelo nas partes superior e frontal da cabeça e também nas áreas laterais e posteriores. Nas mulheres apresenta-se como uma diminuição difusa dos pêlos.

Tratamentos: 

São diversos os tratamentos indicados para alopecia desde medicações tópicas a orais. Portanto, torna-se necessária a avaliação médica para identificação da doença e direcionamento do tratamento ideal.

Outras causas de queda capilar: 

- Alterações hormonais após o parto, ou após a suspensão do uso de anticoncepcional, ou após a menopausa;

- Uso de medicamentos do tipo ministrado a doentes com câncer;

- Stress emocional;

- Alimentação inadequada, falta de vitaminas e desequilíbrios nutricionais (de vitaminas e de minerais).

- Penteados que deixam os cabelos muito apertados, massagens, escovações repetidas e muito vigorosas;

- Hipoatividade da tireóide;

- Circunstâncias ambientais;

- Problemas imunológicos;

- Fatores genéticos;

- Anemia;

- Aplicações sucessivas de tinturas à base de preparados químicos, podem tornar os cabelos finos, ásperos, secos, com pontas duplas no meio do fio, o que faz que se tornem quebradiços e caiam.

PROCURE O SEU DERMATOLOGISTA.